Espiritualidade…

Um dia os panos caem…
As cortinas se abrem…
Você cai na real…
E percebe que nem tudo é do jeito que você imagina.
Por incrível que pareça quando isso acontecer, você vai descobrir coisas surpreendentes, na verdade você vai descobrir, vai entender dos sentimentos, e que apesar de machucar as vezes, essas sensações são necessárias para o nosso desenvolvimento. Nós somos como a tecnologia, sempre estamos nos desenvolvendo mais. Um idoso com seus 100 anos, nos seus últimos instantes de vida, pode aprender uma lição e se desenvolver ainda mais.
O aprender, o desenvolver nunca acaba!
Foi pensando nisso que, recentemente, uns amigos e eu acabamos entrando num assunto que, geralmente não gosto muito de discutir, a religião, mas nesse caso foi interessante, pois não eram pessoas defendendo suas religiões ou criticando as outras, mas sim um grupo mencionando as curiosidades, peculiaridades e crenças interessantes de uma religião apenas, o espiritismo.
A filosofia humana que cultua e crê na vida após a morte e reencarnação fala muito sobre o desenvolver do ser humano, algumas religiões espíritas ajudam as pessoas a entender os sentimentos, as sensações, ou até mesmo os psicólogos e psiquiatras fazem isso.
Os psiquiatras usam de regressão hipnótica para buscar no passado, os motivos, os traumas que causaram os medos do presente, e há muitos relatos sobre regressões em que os pacientes, lembraram de outras vidas, e falaram sobre assuntos extremamente complicados, a qual sequer tinham conhecimento, e durante a hipnose falaram do assunto como se fossem especialistas, médicos que em outras vidas eram arquitetos no Egito por exemplo.
Eu particularmente nunca fui a nenhuma reunião espírita, mas já li livros que explicam e contam relatos sobre oque citei acima.
Não se pode negar que é bonita, bem fundada e situada, a crença de que vivemos várias vidas, para em uma corrigir os erros das outras, aprender, nos desenvolver e evoluir, evoluir a ponto de nos tornarmos seres perfeitos, libertando assim nossa alma.
As sensações e sentimentos mais desagradáveis, se pararmos para pensar, são causadas na maioria das vezes por nossos próprios erros, e as vezes nem notamos, vamos ver se consigo confabular um exemplo:
“Se um grande amigo nos decepciona (lembrando que decepção é um dos piores sentimentos que existe), ficamos chateados, tristes, com raiva, mas nem lembramos que o ato dele pode ter sido causado por um erro nosso, um conselho errado, um ato errado, um exemplo errado, que acabou resultando nesse ato que nos decepcionou!”
São erros que passam despercebidos, mas quando somos aconselhados regularmente, sobre esse tipo de erro, acabamos por eliminá-los, aí as mudanças passam despercebidas, mas posso afirmar, melhoramos e muito, conheço pessoas que cultuam o espiritismo, e que se tornaram pessoas muito melhores.
Não sou espírita como já escrevi, mas a alguns meses criei um método para substituir os mentores dessa religião, mais ou menos, criei um diário em meu notebook, nele escrevo apenas meus erros, reviso-os todos os dias, cada vez que repito um erro marco uma estrela em cima, não é a mesma coisa que ter uma pessoa te aconselhando todo o dia, mas funciona bem, ainda estou colhendo os resultados, só pra citar, esse diário já me ajudou a parar de fumar.
Busco a evolução, o desenvolvimento, e isso está me ajudando!

Aproveitando essa prosa sobre esse assunto que acho bastante interessante, gostaria de estar indicando um livro que foi um dos mais cativantes e interessantes que já li, e que trata justamente desse assunto, a espiritualidade, vidas passadas e regressão.

image

Em ‘Muitas Vidas, Muitos Mestres’, Brian L. Weiss conta a história de Catherine, que para vencer seus medos mais profundos, procura um psicanalista, que resolve usar a terapia da regressão hipnótica para buscar as raízes desses medos, e acaba que Catherine encontra essas raízes em vidas passadas. Essa história é baseada em fatos reais, lendo o livro você pode obter ótimas informações de com o se aprofundar no assunto, e como, inclusive, conhecer a história da mulher que inspirou o livro.

Gill Nascimento

Anúncios
Deixe um comentário

5 Comentários

  1. Tenho esse livro em casa e já li duas vezes. Cada vez que li descobri algo novo. Há outros livros espíritos que nos ensinam bastante e que são levinhos de ler. O primeiro que li foi Violetas na Janela e é sempre muito indicado para quem quer conhecer um pouco mais sobre o espiritismo e a vida como um todo e não apenas a vida terrena. Gostei da sua ideia do caderno, talvez eu passe a fazer o mesmo. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Sim, esse livro é maravilhoso, tenho um bom acervo de livros de livros espíritas, mas indiquei esse não só por ser um dos meus prediletos em geral, mas também pela capacidade enorme que ele tem de despertar a curiosidade sobre o assunto, a gente lê e quer entender, quer aprender, se aprofundar… E sobre a ideia das anotações, sério, funciona, você começa a ter consciência de quais erros está repetindo demais e de como evitar isso 😉
      Beijos

      Curtido por 1 pessoa

      Responder
  2. Sou espírita kardecista há 29 anos e realmente acho muito bacana e lógica essa teoria de que reencarnamos para corrigir nossos erros e desenvolvermos o moral e a inteligência. Para mim, que nasci em uma família espírita, não há melhor explicação para as “injustiças” do mundo.
    Muito legal seu hábito… Se todos observássemos nossos erros e tentássemos corrigi-los, o mundo seria, sem dúvida, um lugar muito melhor!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Ufa… Quando li o começo do seu comentário pensei “vixe, comentário de quem entende, acho que lá vem crítica, afinal comentei sobre algo que sói leigo e o que sei, sei por alto”, foi um alívio ver que se escrevi besteira não foi algo tão grave ao ponto de incomodar uma pessoa que pratica a religião rsrs… Muitos amigos e amigas adotaram isso de anotar e marcar os erros e suas reincidências, presenciei vários sucessos em tipos diferentes de problemas. Super indico!

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: