Coração Cadente

Um dia desses eu estava curtindo o silêncio (nossa, como é bom fazer isso de vez em quando), a noite estava muito bonita e convidativa, mas eu não queria sair, estava adorando aquele momento só meu. De repente olhando para o céu, avistei algo muito diferente. Cortando o céu em alta velocidade, brilhava e tinha uma linda calda vermelha, pensei, “será que estou vendo minha primeira estrela-cadente?”, mas não era uma estrela-cadente, era sim um coração-cadente.
Resolvi então fazer um pedido (quando teria outra oportunidade como essa? Provavelmente nunca, era um coração, não uma estrela), e para minha sorte, foi como se o coração soubesse que o meu pedido era meio complicado, ele desacelerou, começou passar bem devagar.
Há! Quantos sonhos íntimos! Quantos desejos! Eram muitos os pedidos que eu gostaria de fazer. Mesmo excitado, ansioso, confuso (tudo isso em questão de segundos), me veio uma pequena noção da realidade. Os pedidos que eu gostaria de fazer, eram pedidos a serem feitos para uma estrela, não para um coração.
Em questão de instantes, em minha mente confusa, reformulei completamente meus pedidos, ao invés de dezenas, talvez centenas de desejos e pedidos que eu gostaria de fazer, eram agora apenas três as minhas vontades íntimas a serem expostas e imploradas ao coração viajante:
“Coração, ao invés de riquezas materiais, me forneça, por favor, riqueza espiritual, dando-me sensibilidade emocional, tirando de mim, todo sentimento ruim e mesquinho que possa haver dentro do meu peito.”
“Viajante, faça com que o meu coração me perdoe pelas vezes em que não escutei seus conselhos, por favor, me ensine a escutá-lo com discernimento e atenção, por favor, me dê esse sexto sentido.”
“E acima de tudo, coração radiante, viajante, que surgiu em meio o silêncio dos meus pensamentos, cortando o céu estrelado dessa tão bela noite, por favor, eu te peço: Ensine-me amar sem medo!”

Gill Nascimento

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

4 Comentários

  1. preciso de um coração cadente também, pediria para me ensinar perdoar rapidamente, e não confiar sem conhecer direito as pessoas, a amar sem medo, a não guardar magoas… emfim muitos pedidos.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  2. Jane Oliveira

     /  16 de julho de 2015

    Nossa, adorei! Bom acho que eu pediria a Felicidade plena!! Amo também estar no silêncio principalmente quando deito e apago as luzes. O único barulho que não me incomoda è o da chuva.. Sou apaixonada por barulho de chuva. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  3. Você escreve extremamente bem! Parabéns! Love reading you!

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: