Mulheres, difícil com elas, mas muito pior sem elas…

image

Durante toda a minha adolescência eu temi chegar aos 30 anos, pra mim essa idade era o começo do fim, nunca estive tão enganado, hoje com 30, quase 31, não tenho a mínima vontade de voltar no tempo. Um dos motivos é que não envelheci sozinho, meus amigos envelheceram comigo, e as histórias que eu ouvia nossos pais contarem entre gargalhadas e não entendia nada quando era criança, hoje somos nós que contamos, e elas realmente têm muita graça.
Um dia desses um amigo me ligou pra contar que estava pensando em levar a esposa num psiquiatra, porque ela só podia estar doida. Segundo ele, ela o impediu de assistir o jogo do Palmeiras pra obrigá-lo a assistir um filme de romance, pois nunca mais tinham assistido filmes juntos. Ele disse que ela chorou durante todo o filme, e que quando acabou, começou a comentar as cenas mais emocionantes e chorar ainda mais, e quando ele perguntou porque ela chorava se sabia que era tudo ficção, quase apanhou. Então uma amiga ligou pra ela pra contar algo muito triste que tinha acontecido, que ela estava arrasada e já não tinha mais nem lágrimas, a esposa ouviu tudo, consolou a amiga dizendo que ia tomar um banho e ia pra lá ficar com ela, ao desligar o telefone comentou: “Pensei que ela não ia desligar mais, já não estava aguentando, nunca vi gostar de aparecer se fazendo de vítima desse jeito…”. Meu amigo, inocente, perguntou pra ela, como ela podia chorar com um filme, mas ficar tão impassível com os problemas de uma amiga. Faz uma semana que está dormindo no sofá.
Engraçado mesmo é que ele veio perguntar pra mim o que eu achava, e me pedir dicas de como agir. Se eu soubesse entender as atitudes de uma mulher eu não teria me separado.
A única coisa que eu disse pra ele foi que, se fosse procurar por uma mulher sem uma “loucurinha” básica, passaria a vida solteiro e procurando, e que se achasse perceberia que essa mulher não teria graça nenhuma.
Outro amigo me contou enquanto tomávamos uma cerveja após o expediente, que esteve no Parque do Ibirapuera com a noiva, e que ao passarem por um cara que corria sem camisa, ela comentou o quanto achava estranho e gay um homem se depilar, mas que na mesma noite, na hora do sexo, reclamou dos pelos do seu peito e perguntou porque ele não se depilava.
Mais um que assim como eu e todo mundo, até mesmo as mulheres, adoraria encontrar o manual feminino.
E sim, algo parecido já aconteceu comigo.
Minha atual namorada, quando me liga, mesmo no meu horário de trabalho, se eu der atenção à alguém que não seja ela, simplesmente fica furiosa, mas tem a linda mania de só falar comigo no viva voz, pra não precisar parar de teclar no Whatsapp enquanto fala.
Me pergunta se eu já reclamei?
Claro que não! Não sou louco.
Certa vez enquanto falávamos pelo celular, eu dedicando toda minha atenção, enquanto ela assistia ao mesmo tempo a TV, perdeu o foco da conversa e comentou o quanto era feio, até pensei que estivesse falando de mim, mas estava falando de uma calça saruel que um adolescente usava na TV.
Adivinhem o que uma semana depois ela me deu de presente?
Isso mesmo, uma calça saruel, e branca, além de tudo branca, minha gente.
Toda mulher tem mania de encrencar se não ver o namorado ou marido usar o presente que ela deu, tenho esperado ansiosamente por essa briga.
Não sei se são todas, mas todas as mulheres que conheço têm sua loucurinha básica em particular, imagino que elas nem percebam isso, assim como acho que nós homens também devemos ter e não percebemos, mas numa boa, não mudaria nada em nenhuma delas, é como uma digital da personalidade delas, nenhuma é igual a outra, e sim, é um charme.
O que seria de nós homens sem as mulheres e suas loucuras para dar sentido e cor ao nosso dia e a nossa vida, hein?

Abraços…

Gill Nascimento

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

25 Comentários

  1. Deise

     /  23 de julho de 2015

    Não me identifiquei, não tenho loucuras. Na dúvida vou mandar o texto pro meu marido e aguardar o retorno rsrsr

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  2. Adorei, se pararmos para pensar, somos assim mesmo, umas mais outras menos, mais todas tem um pouquinho.
    Arrasando como sempre.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  3. Deixa eu te explicar o significado da palavra que você chama “loucurinhas” = HORMÔNIOS. Simples assim kkkkkkkkk. Então não fiquem brabos quando falamos coisas desconexas, não somos nós, são os hormônios que estão falando kkkkkkk. Se a coisa ficar feia, atira uma barra de chocolate com um bilhete dizendo: amor, te amo, mesmo quando vc está maluca. Pronto. Funciona, garanto.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  4. Muito bom texto, ri e gostei. BEIJO! te convido a conhecer http://www.sigavalemais.com.br. Obrigada e até! filomena

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  5. Hahaha .. ficamos parecendo loucas mais está otimo ..adorei hahaha

    Spoilermania.blogspot.com
    Confere la ve se gosta, sucesso

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  6. Jane Oliveira

     /  23 de julho de 2015

    Não tente entender nos mulheres kkkk se não VC ficará mais confuso ehehheeh!!! Como neste momento, eu expusei meu marido do quarto pra eu assistir a novela, e ele fica puto porque eu fico no celular e ouvindo só a novela kkkkk já disse não tente entender. Beijosss

    Curtir

    Responder
  7. nossa muito bom, estou rindo muito, li para o meu marido que também gostou.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  8. Somos completamente malucas mesmo! E, não. Os homens não… Os homens são mais simples e objetivos… Mas concordo que nosso charme seja esse, afinal, ninguém gosta de assistir pra sempre um filme que já sabe o final. A loucura da mulher é envolvente porque gera mistério… E mistério é essencial! Pelo menos eu acho… Mas não acredite muito em mim, afinal… Sou mais uma maluca. Hahaha

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  9. Muito bom texto ! Mulher – teu nome é irreverência ! Por isso , és indecifrável !

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  10. Fico me perguntando se algum dia vou chegar a essa terrível época da natureza feminina, talvez seja a idade… Morro de medo. Seria morder a língua depois do tanto que já falei dos ataques de amigas ou conhecidas.
    ps.: Quando cheguei no pedaço do seu pobre amigo que está dormindo no sofá, a coca-cola que tava bebendo voltou pelo nariz numa mistura de tosse e riso.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Bia, lamento te informar, mas essa fase feminina começa no exato momento que o médico olha pra pra mãe e diz “Parabéns mamãe, é uma menina”, traduzindo, AO NASCER, kkkkkk mas como disse, é um charme. Que bom que gostou 😉

      Curtir

      Responder
  11. lespoupeesportugaise

     /  26 de julho de 2015

    Um máximo!! fartei-me de rir!!! e revi-me em algumas situações , hahaha

    Maria

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  12. Todo mundo é um pouco louco ne? Vamos combinar que um pouco de loucura não faz mal! BjuBju

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  13. Curti muito o texto! Vendo o texto de uma visao masculina entendo o porque de muitos “eu nao te entendo” husahusahusa
    Mas Não sei se tenho alguma “loucura”, diria manias diferentes rsrs

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  1. União instável… | Casuísmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: