Será que viram o que eu fiz?

image

E aí galera, tudo bem com vocês?
Lembram do meu artigo, o texto Paranóia?
Então, pra quem não leu, é um dos meus textos que eu mais gostei, e que também mais bombou aqui e nas Redes Sociais, já foi acessado mais de 2000 vezes, nele eu falo sobre a paranóia pela qual passamos quando parece que todo mundo tá olhando pra gente.
Todo mundo tem suas paranóias, eu sei que vocês também possuem ao menos uma, e se quiser contar nos comentários, vou adorar conhecer, quem sabe eu escreva sobre ela futuramente.
Então, hoje resolvi escrever outro texto sobre esse assunto.
Não sei se já aconteceu com vocês, mas comigo já, algumas vezes, até porque sou um cara muito estabanado.
Sabe quando você está no meio de um monte de gente, tipo uma festa, e que num momento de isolamento você acaba fazendo alguma besteira, que seria um grande mico, mas por estar sozinho no momento, você acaba não sendo visto por ninguém. Aparentemente não.
Você faz a besteira, uma grande cagada, olha em volta e ninguém está olhando pra você, aí tu pensa: “Meu Deus, que sorte!”.
Nesse momento sua paranóia entra em ação.
Primeira ação da sua paranóia é multiplicar a sua percepção cognitiva, você por um instante se torna super poderoso. Lembram da cena da Bella acordando como vampira em Crepúsculo, Amanhecer Parte 2, em que ela se perdeu notando todos os detalhes à sua volta? Acontece o mesmo com a gente nesse momento.
Após pagar um mico que ninguém chegou a ver, você vai olhar em volta com sua super percepção e vai notar os movimentos das cabeças das pessoas, e pra você, todos aqueles que movimentaram a cabeça logo após você ter feito besteira, estavam olhando pra você, e desviaram o olhar pra que você não percebesse.
Pronto, nesse momento a festa acaba pra você, se esgotam as chances de você conseguir se divertir em paz.
Nesse momento você além da super percepção, adquire também Memória Eidética, popularmente conhecida como Memória Fotográfica, e vai memorizar o rosto de todo mundo que, na sua mente, viu você pagando mico e disfarçou.
Toda vez que você tentar se divertir, você vai ver o rosto de alguém que te viu fazendo besteira, e o pior, essa pessoa vai estar falando com alguém, e o pior ainda, vai estar rindo.
É aí que ferra tudo.
Nesse momento você adquire também o talento da leitura labial, e na sua mente paranóica essa pessoa vai estar falando de você e do mico que você pagou, pra outra pessoa também ter o direito de rir de você.
E vai ser assim o tempo todo. Você vai dançar com alguém e por cima dos ombros você vai ver outro casal dançando e, o homem, por coincidência fará parte da lista de suspeitos que você memorizou. Ele estará no ouvido da mulher soltando cantadas de pedreiro pra tentar se dar bem, mas pra você ele estará falando do seu mico.
Você vai passar a festa inteira vendo as pessoas que, supostamente te viram, falando e rindo com aquelas que não te viram. Até você chegar a conclusão de que já era, todo mundo sabe sobre a besteira que você fez.
Então você resolve deixar pra lá, afinal, todo mundo já sabe mesmo, e então resolve desencanar e se divertir.
E o que acontecesse?
Acontece que ninguém realmente viu o que você fez, mas você acreditou que viram, e então você resolve se divertir, bebe umas pra descontrair, e acaba concluindo que, já que todo mundo sabe, então o melhor é você rir junto, então você começa a falar sobre o que fez, naturalmente.
No final, todo mundo acaba sabendo do que você fez, graças a você e sua paranóia!

Gill Nascimento

Anúncios
Deixe um comentário

14 Comentários

  1. Autotraição!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  2. haha adorei é bem assim mesmo, até imaginei a cena..Adorei o texto você arrasa sempre..Abrc
    http://petitluxo.com/

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  3. Nossa, me vi em duas situações. Quanto mico!! kkkk

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  4. Hahahhahaha a gente grila tanto, que acaba se auto-confessando hahaha 😀 mt bom gill!
    :*

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  5. Boaaa!!! Acho que exagerei nos “as” mas foi porque…não sei se perceberam que…

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  6. Exatamente isso. A pior parte da vida é fazer algo constrangedor em público. Você nunca sabe se alguém viu ou não. kkkkk
    Obs: No meu caso, que pago mico constantemente, já aceitei e apenas rio da situação.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  7. Kkkkkkkkkkkkkk
    Exatamente assim. Acho que todos já passaram por isso alguma vez. Muito bom, parabéns!

    http://www.conversandocommark.com

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: