Sintonias

image

Estava um dia desses numa cafeteria, tomando um café enquanto lia um pouco, e um senhor muito simpático puxou conversa comigo.
Conversa é um modo apenas de falar, porque ele era japonês, não falava português, e o máximo que eu entendia dele era um emaranhado de palavras confusas que ele tentava dizer numa mistura de espanhol e inglês, que as vezes ele acabava por misturar com o próprio japonês.
Engraçado é que ainda assim eu meio que entendia o que ele queria dizer.
Ele estava com um livro enorme nas mãos, fechado, mas com um dedo ele marcava a página em que tinha parado. Estava tomando um café com creme, e seus olhos diziam o quanto estava feliz em estar ali, naquele momento, naquela cafeteria, nessa cidade linda e silenciosa, onde parece que a paz veio tirar férias.
Desde então uma palavra não saiu de minha mente: Sintonia.
Eu estava em sintonia com o senhorzinho oriental, mesmo entendendo poucas palavras do que ele dizia, mas sabia o que ele queria dizer e o que estava sentindo. Eu meio que estava vivenciando as mesmas constatações e sensações por estar aqui.
Comecei então a perceber o quanto é difícil estar em sintonia hoje em dia com as pessoas.
Anda tão difícil de existir essa sintonia que, acho, se cada pessoa falasse um idioma próprio, ainda assim as relações, os sentimentos, o companheirismo e a compreensão, não mudariam muita coisa.
Fiquei imaginando como seria viver num mundo onde as pessoas se entendessem, e se compreendessem. Onde olhares falassem tanto quanto palavras.
Acho que a palavra certa pra usar é CUMPLICIDADE.
Será que a cumplicidade se extinguiu?
Claro que ela existe em relações familiares, amorosas e amizades verdadeiras. Mas acho eu que deveria ir além disso.
Fico curioso pra saber se existiu uma época em que as pessoas se entendiam, o bastante para tornar desnecessário o uso de tantas palavras pra explicar qualquer situação.
Eu já tinha terminado esse texto quando entrei aqui no Blog e li um comentário da Alê do Blog Alê Barcelos, e resolvi alterá-lo, pois até então nem tinha notado a proximidade entre o assunto desse texto com o assunto do texto de ontem!
A Alê disse no comentário: “Na verdade acredito que somos placas ambulantes, e transmitimos no nosso semblante e  até no tom de voz muita coisa.O problema  é que muitos são analfabetos no quesito sensibilidade e compreensão, outros estão correndo demais para observar as placas, e há aqueles que não leem as nossas, porque estão muito mais ansiosos para que leiamos as suas próprias; geralmente só os que nos amam de verdade leem nossas placas com calma e percebem as verdadeiras intenções  e sentimentos contido nelas.”
Não poderia deixar de fora desse texto um comentário tão perfeito, e que se encaixa tão bem com o assunto aqui tratado.
É como minha mãe costuma dizer: “Tem coisas que nem se a gente tatuar na testa as pessoas percebem.”
Aquilo de que cada pessoa tem seu próprio “mundinho” e que muitos se fecham nele, é verdade, mas tá aí, podemos substituir o “mundinho” pela “sintonia”, cada pessoa tem a sua, e não quer saber da de mais ninguém.
Sem sintonia podemos passar horas explicando algo, falando algo, contando algo, declarando algo, ainda assim vai ser como se estivéssemos falando grego. Ou japonês.

_

Gill Nascimento

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

33 Comentários

  1. É isso que falta no mundo, a sintonia. A sensibilidade arcada além do pressuposto território que convivemos tende ser sinistra com nosso pavimento. Que adianta ter vizinhos se não posso estar ao lado dele? É tanta aflição com os que outros pensam e deixam de pensar, que acabam julgando o mundo por conter a maioria dessa intensiva substância de não ser liberal por conta da arrogância que se alastra como um vício por aí! Porque se render das próprias fortalezas, se nem todas foram ao menos inventiva por seu ego? Que mal é esse de se comunicar com sua própria ESPÉCIE?
    O mundo está rodeado de alienígenas nomeados como humanos, que se referem de que todas as pessoas são iguais e não merecem nenhum pouco de atenção com intuito de receber a diversidade.
    Acho que estão precisando fazer um estudo atualizado sobre essa espécie, que anda desgovernadas sobre sua própria existência. 👽
    Agora posso respirar, tenho mania de escrever um opusculo nos comentários 😏

    Curtido por 5 pessoas

    Responder
  2. Trata-se também da “HUMANIDADE” que me parece em desuso e quando nos “re-apropriamos” disso, temos uma experiência “surpreendente” ( assim mesmo, com todas essas aspas ) …

    Curtido por 4 pessoas

    Responder
  3. falta muita sintonia porque realmente falta todo o resto. Falta compreensão e respeito também, e isso acaba por alterar os outros fatores.
    Já até imaginei o japinha bebendo um café ☕️…

    Curtido por 4 pessoas

    Responder
  4. Isso mesmo, o idioma não é uma barreira quando há empatia dentro das pessoas. Na minha opinião, o que aconteceu nessa sintonia foi isso. Abraço.

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  5. Ai, escrevi um comentário mega grande… e caiu a energia e perdi… own…

    Mas, adorei a postagem… e concordo plenamente com a colocação da Ale…

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  6. Sem palavras.
    Você disse tudo. Eu também gostaria de conhecer um mundo aonde as pessoas fossem mais conpreensivas e menos convenientes. Nosso mundo atual é da conveniência, gostaria se saber quando haverá um mundo da paciência, da gentileza e do amor💜

    Curtido por 5 pessoas

    Responder
  7. Bela observação da sua amiga Alê. E linda sintonia entre você e o senhorzinho oriental, rs. Me senti ali perto de vocês de tanta sensibilidade a de vocês.
    E realmente, para entender alguém, não precisa nem ao menos entender a língua dela. Quando duas pessoas se encontram, literalmente, elas entendem tudo sem precisar falar muita coisa.
    Um abraço, Gill!

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
    • Esse comentário da Ale mexeu comigo, e eu tive que mexer com o texto kkkkk sim, sintonia é algo lindo, queria sentir isso mais vezes, é tão mais fácil fazer verdadeiras amizades assim!

      Tenha um lindo fim de semana, Vi a (olha as intimidades rsrs)

      Beijinhos!

      Curtido por 2 pessoas

      Responder
  8. Nossa, esse foi um dos melhores textos que li essa semana. Concordo com a Ale também, de que estampamos na cara nossos pensamentos e sentimentos. Mas acho que ultimamente está difícil ter cumplicidade até com as pessoas próximas. Está todo mundo tão egoísta e egocêntrico que não se entende nem as pessoas que você ama. Triste isso, né?

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  9. Falta sintonia porque o egocentrismo se tornou extremamente forte. Concordo muito com o que você falou sobre o mundinho, é muito fácil criarmos os nossos e nos mantermos trancados nele. Não adianta, quando não há sintonia, não há humanidade, não há entendimento.
    É uma coisa bem parecida isso tudo, quando eu morava fora e conversava com algum americano que era superior demais para entender o meu inglês fraco, eles apenas respondiam what? Enquanto outros seres mais iluminados, me tratavam super bem e ainda me ajudavam. Não era questão de falta de entendimento, era questão de querer entender.

    Um beijo!

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  10. A falta de sintonia é recorrente o eu vale mais que o nós, e a cada dia ficamos mais fechados em nosso mundo. E por isso não percebemos o que acontece ao nosso redor, temos uma enorme dificuldade para entender o que acontece com nosso país, com as pessoas, com a literatura ao passar do tempo.
    Luh.

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  11. As pessoas buscam essa cumplicidade e sintonia, mas ao mesmo tempo estamos individualistas demais…. E as buscas são transferidas em expectativas que jogamos em cima de outras pessoas que na verdade não estão em sintonia conosco. Desejamos a sintonia e queremos com determinada pessoas. Mas falta o essencial: a sintonia Rs

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  12. É exatamente o que acontece. Quando você diz algo sobre você, o outro não ouve, retruca logo dizendo algo sobre si mesmo. Por exemplo: “Eu não dormi bem ontem,” o outro diz:”Eu também não, estava uma bagunça…” e por aí vai. Seu comentário se perdeu, ninguém perguntou o porque de você não ter dormido bem. Acho que se chamaria de “empatia”. Poucas pessoas se colocam no lugar do outro, ou mesmo “feeling”, perceber quando o outro está ou não bem. Mas não acho que seja possível com todas as pessoas, não no mundo de hoje. Talvez em um tempo onde tudo era mais lento, calmo, com menos frequências. Mas hoje? Agora, que seu texto sirva para reflexão, pois é uma questão de (como disse a Camila França) querer entender. Bjoo 😉

    Curtido por 4 pessoas

    Responder
    • Sim, exatamente isso, é seu exemplo foi muito perfeito Morgana, obrigado, cada dia que passa venho ficando mais feliz com esse Blog e tudo que aprendo com vocês nos comentários!
      Tenha um lindo fim de semana…
      Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

      Responder
  13. Gill, se tiver um tempinho… Indiquei uma Tag… fiz umas perguntas bem legais sobre a amizade… Um abraço

    https://laynnecris.wordpress.com/2015/11/06/tag-scarlet-moon-blogger-award/

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  14. quando duas pessoas querem se entender, usam tudo, até o idioma

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  15. Demorei mas cheguei aqui Gil,seu texto é muito lindo,lembrei de patrões japoneses que tive em meu primeiro emprego aos 17anos,seu Kazuo era um senhor magrinho,japones,que falava super baixinho e não gostava de repetir duas vezes,passei maus bocados,rs.Quanto a citação do meu comentário, me sinto privilegiada por ter participado,por haver estado em “sintonia” com sua ideia e inspiração.Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  16. O mundo ideal seria aquele em que todos os seres humanos se sintonizassem uns com os outros ! Ótimo artigo !

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  1. 504812345678950458 | Biólogo31 www.wwf.org.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: