Valeu (Mas não volte)

image

Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Estive um pouco ausente devido um acidente que tive de carro, não estava podendo escrever, mas estou de volta, hoje, excepcionalmente não teremos o Papo de Bar, mas semana que vem, se Deus permitir, a categoria volta, mas trouxe um texto para vocês, espero que gostem.

______________________________________________________________

Se existe algo comum no mundo literário, é quanto se escreve sobre aquilo que se amou, aquilo que vai deixar saudade, aquilo que foi bom. Não é mesmo?
Mas porque será que tão poucas pessoas escrevem sobre aquilo que odiaram, aquilo que querem profundamente esquecer, aquilo que foi horrível?
Eu gosto de fazer isso de vez em quando, pra exorcizar tal coisa do meu pensamento, expulsar tais sentimentos do meu coração, lavar a sujeira deixada na minha alma.
Então nada melhor do que me despedir de 2015 com um texto aqui no Blog.
Meu falecido avô foi o primeiro a me dizer que, de todas as situações retiramos lições, de todas as batalhas absorvemos experiência, e principalmente daquelas nas quais somos derrotados.
Quando olho para esse ano que passou, me sinto como se tivesse saído de um ringue onde levei uma verdadeira surra. Então levando em consideração o que meu avô dizia, vejamos as lições e a experiência que tive nessa batalha que foi 2015.
Tantas coisas aconteceram, e claro, não sou hipócrita e mentiroso ao ponto de dizer que só foram momentos ruins, mais eles se sobressaíram muito aos momentos bons.
Acho que a primeira lição que aprendi nesse ano (me perdoem se eu for um pouco vago), foi a de me decepcionar e sobreviver, sentir o gosto antes mesmo de obter, e então depois ter que aprender a perder aquilo que nem cheguei a ter. Pela primeira vez aprendi como é se  iludir.
Estamos sujeitos a isso, não é mesmo?
Então a única coisa que posso esperar é que eu esteja um pouco mais pronto para a próxima vez que isso acontecer. Afinal, não sou tolo ao ponto de achar que nunca mais vou passar por isso.
Mas me fortifiquei nesse ano de bosta, pois são de momentos duros em que ficamos mais fortes, e esse momento duro durou 365 dias.
Aprendi a superar muitos obstáculos dos quais não achava ser capaz. Descobri que estava pronto pra lidar com situações que eu pensei que me derrubariam. Então obrigado por ir embora, mas valeu por ter passado por  aqui, 2015.
Esse infeliz desse ano me ensinou que, por mais que eu me esforce, isso ainda é pouco quando tudo em volta está desmoronando.
E cá entre nós, 2015 foi uma avalanche que vinha atrás da gente, enquanto corríamos na direção de um possível abrigo seguro, chamado de 2016.
A pergunta é: Será que essa avalanche vai derrubar o teto desse abrigo?
Sinceramente, corremos esse risco. Aí entra outra experiência, outra lição que o ano passado ensinou: a vencer as adversidades, a sobreviver as dificuldades.
Teve uns momentos no ano passado que eu sinceramente pensei que, poderia ter passado batido na fila da entrega do kit de sobrevivência, que no final de 2014 foi distribuído para ser usado em 2015.
Mas num bom e velho popular português, aprendi a me virar, a dar meus pulos.
A gente vê e ouve falarem tanto da crise nacional, mas a crise não foi só do país, foi da população também, mas isso foi deixado em segundo plano. Trataram do assunto como se o país tivesse uma merda, mas o povo estivesse num jardim florido.
Houve flores, mas a primavera foi curta, e ainda assim, também houveram os espinhos.
Mais uma coisa que aprendemos com esse ano, foi a colher as flores sem nos ferirmos com os espinhos, pois esse foi 2015, um ano cheio de espinhos, as poucas flores estavam dispersas, quase intocáveis.
Então vai , 2015, e não se preocupe, a gente vai pensar em você, a gente vai lembrar de você quando vierem as dificuldades. Quando o bicho pegar, pensaremos em você e lembraremos das lambanças que você causou, as quais superamos.
E quem sabe lá no fundo não saia um singelo “Valeu 2015!”, tímido e abafado, mas de coração.

_

Gill Nascimento

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

69 Comentários

  1. O bacana é sempre extrair aquilo que nos ajuda e sim exorcizar precisa fazer parte do processo.

    Seja sobre alguma injustiça social ou revisão de conceitos e valores. Nós estamos mudando junto com essa avalanche que acontece diariamente, seja pelos haters em redes sociais ou comentários que vemos por aí, espalhados nesse mundão que é a internet.

    Precisamos usar o otimismo, mesmo quando estivermos nesse processo de expurgo do que nos afeta. Eu mesmo enquanto escrevia um texto, vi comentário machistas numa referência que estava criticando o comportamento (humano e não somente masculino), na década de 50, em que a função de cuidar da casa era somente dedicada às mulheres. O tempo mudou, algumas pessoas infelizmente não conseguiram acompanhar.

    Esse achado do comentário machista, de certa forma é fruto da minha profissão enquanto publicitário, fato que venho buscando discutir cada vez mais, sempre que posso. Assim surgiu meu blog. Preciso amadurecer a ideia e fugir de extremos, pois toda boa conversa é feita num tom brando, assim, o saldo é aprendizado e construção de conhecimento.

    Enquanto isso, deixo minha estima de melhoras para ti. Descanse!

    Forte abraço desse guri do outro lado.

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  2. Melhoras Gill!
    Acho que faz bem sim falar das coisas ruins e outra, tudo é aprendizado..passei por anos seguidos parecidos com esse seu mas que chegaram ao fim e finalmente deram espaço para os momentos de glória. Desanima não que pode demorar mas chega =)
    Espero que 2016 seja melhor em todos os sentidos!
    beijão

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  3. Compartilho do mesmo sentimento, Gill. E como o mundo dá voltas, com fé em Deus, ainda haveremos de rir dessas lições. Fique firme logo, viu? Na torcida pela sua franca recuperação. Abração

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  4. obrigado 2015 por me ensinar tantas coisas, mas não volte. Não sentirei saudades hahah. Acho que 2015 foi um ano complicado para muitos, meu fim de 2014 já se arrastou bem mal, e 2015 começou horrível. Foi um ano de coisas boas, claro, mas assim como você disse, as coisas ruins acabaram sendo mais intensas, por assim dizer. Que 2016 nos ensine a ter mais paciência e respeito :))) isso faltou muito em 2015 heheh.
    Uma boa semana! :*

    (ps: você está bem? 😮 que o acidente não tenha sido grave!)

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
    • Estou bem sim Lê, o susto maior foi ter apagado na hora devido uma pancada na cabeça bem forte, mas ficou tudo bem, só uma clavícula deslocada, mas já quase recuperada!

      Beijooooos Lê, espero muito ver muito mais você por aqui nesse ano kkkkkkkkkkkkkk senão te processo por abandono de amigos!

      Curtido por 1 pessoa

      Responder
      • meu deus!!! que perigo 😮
        que bom que está bem, e trate de se cuidar, my gosh! hahaha só ande de onibus, mais cheio, porém, mais seguro ~será? kkkk
        e pode deixar, esse ano estarei presente até demais kkk
        beijinho :*

        Curtido por 1 pessoa

        Responder
  5. Faço desse textão as minhas palavras, pois o ano de 2015 pra mim foi aquela velha lição do Rock Balboa: “Não importa o quanto vc bate, mas sim o quanto aguenta apanhar e continuar!”

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  6. Estou de acordo, Gil. Também gosto de falar sobre os momentos ruins, acho é bom tirar pra fora. Além disso, o que vivemos e aprendemos com essas vivências difíceis podem ajudar a outros. Grande abraço. 😉

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  7. Gil querido , melhoraaas!!!
    Se precisar de algo grite em ???
    Como já falamos varias vezes, nossos sábios velinhos, sempre nos trazem as experiencias de vida e frases de motivação,e mais uma vez ele não estava errado.
    Por mais duro que pareça, esses erros de percurso, fases ruins, tristezas, decepções, ”guerras” onde saimos feridos e perdas devem nos fortalecer sempre,e trazer garras de onde não tem para continuar lutando.

    Eu lhe desejo um ano repleto de realizações, a porta de 2015 já foi fechada, é inevitavel que fique rastros, mas o sucesso , a felicidade, paz, saúde e amor você já tem!!!

    Um Beijo e boa semana ❤

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
    • Olha que eu grito hein Lari kkkkkkkkkkkkkk
      Te desejo também Lari, um ano extremamente produtivo, cheio de muita paz, amor, saúde e felicidade! Deixa 2015 pra lá! Kkkkkkkkkkkkkk
      Tenha um lindo dia e uma ótima semana!

      Beijos!

      Curtir

      Responder
  8. Melhoras Gil, amei o texto,consegui traduzir meus sentimentos em palavras.
    Bjos

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  9. E que nos tenha servido de aprendizado, para um 2016 bacana! Valeu Gil! Paz e Bem!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  10. Espero que já esteja realmente melhor! Fique bem querido Bjs Bjs ❤

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  11. Super texto Gil! Espero que esteja bem. Muita energia positiva em 2016.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  12. Você está bem? Espero que sim…
    Beijo grande e um excelente 2016!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  13. Olá, bom dia! Te fiz uma indicação, venha ver https://toqsutil.wordpress.com/2016/01/04/premio-dardos/ Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  14. Gill, espero que esteja bem. Boa semana, bjs

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  15. Então você se acidentou? Que triste, espero que se recupere logo. Quanto a 2015 creio que foi um ano difícil pra muita gente, me incluo nesse time, mas início de ano a gente sempre tem um coração cheio de esperança de que as coisas possam ser melhores, pelo menos é o que todos desejam. A gente espera sempre um ano melhor, e creio que o ano espera, também, que sejamos melhores, então é isso ai, continuemos em esperança de um 2016 melhor e façamos a nossa parte na construção desse “melhor”. Que Deus abençoe a todos nós! Bjos

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  16. Nossa esse ano fui aos extremos, mas saí dele lutando. Mas a vida é assim: um dia está tudo bem, outros só Deus para nos manter em pé. Então que venha um ano cheio de esperança e fé. Que Deus faça do seu 2016 um ano de bênçãos em todas as áreas da sua vida e te renove, fazendo de você um guerreiro. Beijinhos Gil e melhoras!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  17. Gostei muito deste post Gil.No entanto é impossível que não haja vários bons momentos pra se recordar de 2015,puxa aí pela MEMÓRIA.Só acho que ficamos um pouco melancólicos na virada de ano e no natal também.Eu mesma fui pra festa de ano novo na casa da minha mãe e quando voltei chorei horrores,parecia estar lavando 2015,por pequenos motivos que juntos se tornaram grandes,mas foi bom,me senti aliviada,precisava disto.Espero que teu acidente de carro não tenha sido grave.Saúde,Deus,amor verdadeiro,paz e prosperidade é o que desejo para seu 2016.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Ah, teve sim Alê, e vale a pena lembrar desses momentos, o problema é que os ruins foram de maior destaque kkkkkkkkkkkkkk
      Mas que Deus vai abençoar a todos nós esse ano, disso eu tenho certeza!
      Um maravilhoso ano de 2016 para você também!

      Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

      Responder
  18. Bela reflexão! E melhoras! Beijo grande

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  19. Jullia

     /  4 de janeiro de 2016

    Melhoras Gill Nascimento se cuida, que em 2016 seja abençoado com muita Saúde, Paz pensamento positivo que tudo vai da certo. Um Excelente e Maravilhoso 2016 pra você.
    Bjuuussss

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  20. Espero que você se recupere logo. Força sempre! Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  21. Perdona se rispondo in modo non troppo mirato, ma a volte non comprendo la traduzione 😦
    Vorrei dire che lasciarsi alle spalle le esperienze passate è un bene a volte, ma sicuramente è un bene farne esperienza per migliorare e non ripetere se sono state negative. A volte da quelle brutte si acquista forza.
    A parte ciò, come stai? Spero tu non ti sia fatto troppop male per l’incidente.
    Un abbraccio.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Sì, sono d’accordo, io per fortuna ho facile lasciare queste cose alle spalle, ho imparato a concentrarmi sul mio attuale felicità in un modo che tutto il resto impallidisce! E ‘stato solo uno sfogo, anche 2015 è andato;)
      Sì sto meglio, grazie per avermelo chiesto, è stato un grande spavento, ma niente di troppo serio!
      Che il nostro 2016 essere riempito di benedizioni!

      Un bacione!

      Curtido por 1 pessoa

      Responder
  22. Eita! Voltamos aquela questão do “escrever coisas positivas vs. escrever coisas negativas”. Continuo achando importante exorcizarmos nossos demônios, parece que o nosso mundinho particular só piora quando abafamos as coisas ruins dentro deles. E valeu a pena demais ler esse seu desabafo sobre o ano, porque aquele sentimento de aconchego bateu aqui no meu peito, pode ser estranho, mas a gente fica aliviado de saber que não fomos os únicos. Quando a gente não conversa sobre as coisas ruins, não sabemos que elas aconteceram com outras pessoas também, ou que outras coisas ruins aconteceram e ficamos com aquele sentimento de que o mundo está contra a gente né. Meu 2015 foi igualzinho o seu, cheio de lambança, mas aquela lambança que me enfiou em umas situações que só sendo forte pra aguentar. Então, acabei considerando ele uma forma de “treinamento militar” hahah. Espero que tenhamos mais momentos felizes do que tristes em 2016, mas pelo menos já estamos mais fortes para os momentos ruins, graças a esse treinamento puxadíssimo que tivemos.

    Abraço, e do fundo do meu coração desejo que esse ano traga mudanças positivas!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Sim, voltamos, mas depois daquele post meu sobre o assunto, resolvi compartilhar alguns desses textos, realmente ajuda bastante, não só as palavras amigas, mas também saber que não sou o único que tem problemas ^^
      Mel, tenho certeza que esse ano vai ser melhor, pra todos nós, porque pra ser pior, ta difícil kkkkkkkkkkkkkk
      Tenha uma linda semana!
      Beijoooooos!

      Curtir

      Responder
  23. E ah, sinto muito pelo acidente, espero que você se recupere logo viu?

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  24. Espero que esteja bem.
    E com certeza 2016 será 1000 X melhor……

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  25. MUITO BOM! Tenho certeza que ao ler, muito se identificaram. Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  26. Ótimo post ! Rápidas melhoras !

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  27. Você esta bem?

    Curtir

    Responder
  28. Eu comecei a saber o que realmente é dor a partir de 2011 , em 2013 a coisa piorou e eu quase enlouqueci e findei 2014 chorando tanto, mas houve um milagre porque 2015 foi de sobressalto e dor também, mas eu estava forte, eu prometi não chorar, não lamentar e ficar em paz…E, fiquei! Foi então que as coisas se moveram, eu aprendi a rir nas adversidades e ter fé. Foi o pior ano e também o melhor porque me senti forte então, não posso falar mal dele se ele me abriu os olhos. E quer saber? As coisas melhoraram porque parei de chorar, parei de reclamar e de sofrer e assim desejo ir até o fim. Acredito que todo aquele problema se resolveu foi tomado um caminho por Deus e Ele sabe como trabalhar. Acho que só devemos agradecer por dias ruins, eles nos ensinam a ser cada vez mais fortes, mas, que venham dias bons!

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: