Papo de Bar… O Tempo!!!

image

E aí pessoal, tudo bem com vocês?
Comigo não está aquela coisa que se diga “nossa, como está bem esse moço”, mas estou indo conforme a banda toca.
Mal tive tempo de entrar aqui nessa semana que se passou, se eu não tivesse agendado quatro postagens de uma vez, nem sei se teria artigos.
Aliás, o Papo de Bar dessa semana é justamente sobre esse assunto: O Tempo.
Engraçado, apesar de tudo que disse acima sobre como mal pude passar aqui no Blog nessa última semana, eu pouco trabalhei, o que me fez chegar em uma conclusão completamente paradoxa: Quanto mais tempo nos sobra, de mais tempo precisamos.
O Papo de Bar dessa semana foi com alguns amigos dos bons e velhos tempos, no Café do Ponto no Centro do Embu das Artes, pra quem não conhece, eu mega híper índico.
Falamos muito nesse papo, sobre as curiosidades envolvendo o tempo, as quais não são poucas, e parecem na verdade, pura tiração de onda de quem comanda os ponteiros.
Um amigo lembrou um bom exemplo.
Você acorda cedo e no horário, com seu despertador, faz tudo aquilo que costuma fazer, no ritmo de sempre, sai de casa no horário certo, não pega muito trânsito, mas quando chega no trabalho e olha o relógio, está 10 minutos atrasado.
Por outro lado…
Você não ouve o despertador tocar, levanta xingando e desesperado, faz tudo correndo, toma aquele banho de gato, deixa de fazer a maioria das coisas que normalmente faz antes de sair, sai e pega o ônibus que parte 20 minutos após o seu, pega um trânsito enorme, chega ofegante na empresa, então olha a hora no celular e, por incrível que pareça, conseguiu chegar 15 minutos antes do seu horário de entrada.
Isso já aconteceu comigo muitas vezes, e sempre acabo me perguntando que tipo de magia negra é essa.
Discutimos bastante também aquilo que citei logo no início, de que quanto mais tempo nos sobra, de mais tempo precisamos.
Engraçado como compromissos urgentes só surgem quando a gente consegue um tempinho de folga, o que podemos concluir como sendo muito conveniente, afinal, ter que trabalhar com aquilo que precisa urgentemente fazer, em mente, não deve ser nada fácil.
Eu mesmo, não tive folgas, mas encerrei meus expedientes mais cedo nos últimos dias, mas antes não tivesse feito, porque nunca vi surgir tantos pensamentos do tipo “preciso fazer/terminar/resolver isso ou aquilo”, como surgiram nessas horas que me sobraram.
Além desses detalhes que nos saltam aos olhos cotidianamente, tem aqueles que, às vezes, nem notamos.
Um dos mais curiosos é o fato de que o tempo parece ter vontade própria, a de uma criança de 4 anos cheia de birras.
Quando você precisa que ele passe devagar, ele corre, quando você precisa que ele acelere, ele simplesmente pisa fundo no freio.
Tem aquele exemplo clássico dos cochilos.
Quando você cochila durante o seu trabalho e ninguém sequer vê, você acorda totalmente desorientado, tonto, sente como se tivesse dormido um dia inteiro, olha no relógio e percebe que só se passaram 5 minutos, e a hora de ir pra casa continua bem distante.
Agora se você tem algo pra fazer dentro de um determinado tempo, e resolve só encostar os olhos antes, você acorda, bocejando, com ainda mais sono, o cochilo de nada adiantou, olha no relógio e percebe que o nesse meio tempo, 4 horas se passaram e já era seu compromisso.
Quem nunca passou por isso, não é mesmo?
Vejam só a ironia, fizemos um Papo de Bar, onde nosso principal passatempo foi recordar daqueles tempos em que havia tempo pra se passar.

_

Gill Nascimento

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

15 Comentários

  1. “Seguindo a sombra, o tempo envelhece depressa.”
    – Fragmento pré-socrático, atribuído ao poeta Crísias; cit. por Antonio Tabucchi na abertura do livro de contos “O Tempo Envelhece Depressa”.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Sim, envelhece rápido, mas não perde o pique…
      Ele poderia envelhecer e simplesmente diminuir o ritmo, pra não forçar demais sua frágil idade, mas não, ele envelhece e fica ainda mais hábil!
      Ótimo fim de semana pra ti!

      Curtir

      Responder
  2. Eva Camargo

     /  29 de fevereiro de 2016

    O tempo é engraçado, tenho em mim que ele brinca conosco! Adorei o papo de bar da semana! 😀

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  3. Olha li e refleti e percebi que Tempo toca a todos nós e nos faz perceber sua existência, então te convido a entender um pouco mais sobre Tempo e quem sabe fazer-lhe sua reverência. Abraços! 😉
    https://kambami.wordpress.com/2013/04/13/127/

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  4. Oieeee! Buenas meu querido.

    Verdade, o tempo meio que foge da gente. Agora aquele exemplo que você deu, o primeiro…veja bem, eu posso acordar três horas antes ou em cima da hora, sempre me atraso. Parece que nasci com um delay de 15 min, é meu. Dizem que o problema é meu relógio, é muito graaande. Mas a verdade é que não sei o que acontece, faço tudo certo, acordo muito antes de qualquer um, mas quase sempre me atraso. Os 15 min.
    Acho que quando o tempo “sobra” lembramos do escencial que esquecemos no trabalho.
    A gente olha e vê o tempo sobrando e pensa em tudo o que poderia fazer com ele, nesse meio tempo, o tempo passou. Começa a mesma rotina sempre e sempre.
    Administrar o tempo, pra mim, é uma das coisas mais difíceis que tem. Por isso adoro quando não tenho tempo, realmente, é quando faço mais coisas. Se pudesse, nem dormiria.
    E nem me fale em cochilo no trabalho, tenho trauma disso. 😀
    Eu estava com saudades.
    Bjooo Gillll 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  5. “No fundo é uma eterna criança, que não soube amadurecer. Eu posso, ele não vai poder me esquecer…” (Resposta ao Tempo ) Inesquecível na voz de Nana Caymmi

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  6. Engraçado Gill… estou chegando a mesma conclusão que vc.
    quanto mais tempo a gente tem, parece que menos tempo a gente tem de fato.
    Super Beijo

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  7. O tempo é atemporal !

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: