Somos todos atendentes!

image

Olá pessoal. Tudo bem com vocês?
Tenho andado meio ausente, devido problemas pessoais que me roubaram a inspiração, e algumas decisões que preciso tomar que, não deixam espaço para mais nada em minha mente.
Tem uma fase em nossa vida em que a gente não quer precisar ter que tomar nenhuma decisão, muito menos decisões difíceis. Aquela fase em que a gente quer que a vida siga seu curso naturalmente. Uma época em que apenas queremos ser espectadores, sentados na primeira fila.
Mas desde quando as coisas são do jeito que a gente espera, não é mesmo?
Parece que quanto mais queremos algo, mais as coisas acontecem da maneira contrária ao esperado.
Eu estou vivendo essa fase nesse momento, as coisas tem dado certo para mim na medida do possível, e me agrada o estado atual em que quase tudo se encontra e, seja a comodidade ou o que for, gostaria de poder estar curtindo isso, ao invés de ter que me preocupar com o restante.
Parece que algumas coisas em nossa vida ficam latentes, só esperando tudo melhorar, e então se manifestam, exigindo atenção imediata, soluções urgentes, extinguindo nossa inspiração, deteriorando nosso ânimo, sugando nossas forças e testando a nossa fé.
É como se houvesse uma fila de espera na nossa vida, em que os problemas pegam suas senhas e ficam aguardando, e toda vez que um se resolve, chega a vez do outro de ser atendido.
Somos meros atendentes.
O ruim é quando um problema após resolvido acaba se tornando algo bom, agradável, quando isso acontece a gente quer curtir o momento, quer viver aquela surpresa, mas a fila não pode parar. E não tem nada pior do que problemas exigindo atenção, e fazendo barulho em nossa vida.
Somos atendentes, usando camisas escritas nas costas “POSSO ME AJUDAR?”, não temos folgas, e nem sabemos resolver essa pergunta. Na verdade nem conseguimos lê-la.
Deveria ser uma afirmação e não uma pergunta, e escrita na frente e não nas costas.
Posso me ajudar!
O que nos sobra em toda essa bagunça chamada vida, é tentar conciliar as coisas, conseguir atender aos nossos problemas e aproveitar um pouco a vida, e viver.
Mas é de se notar que, às vezes, a gente na correria, fazendo hora extra no expediente como atendente dos nossos problemas, acabamos nos atrasando pra esse espetáculo chamado vida.
Mas se notaram, comecei esse texto mencionando a palavra DECISÕES, e não PROBLEMAS, mas acabei tomando um rumo diferente, dá nisso quando a caneta e o papel são nossos amigos, o que escrevemos nada mais é do que uma conversa que pode tomar diversos rumos.
Mas até que não me desviei tanto assim, porque decisões à serem tomadas são sempre um problema na minha vida. Quando não sou impulsivo e faço a primeira coisa que me vem a mente, passo décadas pensando a respeito pra no final fazer tudo errado. Então acho que no final dá tudo no mesmo.
E se não for um problema, ter que tomar decisões quando tudo que você mais quer é desligar a sua mente, então eu não sei mais o que é.
São as ironias da vida.
Quando você está querendo desafios, quando você resolve tirar um tempo para resolver tudo que está pendente, parece que tudo se resolve sozinho.
Por outro lado quando tudo que você quer é paz, problemas surgirão e decisões precisarão ser tomadas.
E as decisões são assim: quando você não quer ter que tomá-las, elas surgirão sempre com opções muito difíceis, nunca será algo simples, em que você de cara saberá o que terá que fazer.
A verdade é que nesse momento eu só queria voltar a ser criança, pra poder sair correndo em direção a minha mãe, e pedir a ajuda dela, porque não está fácil.

_

Gill Nascimento

Anúncios
Deixe um comentário

56 Comentários

  1. Olá!
    Estamos literalmente juntos! e meu lema é sempre usar o bom humor ! Sempre que possível!! Obrigada por compartilhar esse texto. Acabei por refletir em minhas decisões 🙂 Abraço !

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  2. Sou do tipo absolutamente indecisa! E com tudo, decisões fáceis ou difíceis pra mim sempre dá no mesmo, por exemplo, demoro horas para escolher se quero comer pastel ou coxinha rs é verídico! Mas de uma coisa eu sei, quando chego a uma conclusão acabou, ninguém muda minha ideia por meio de argumentos não contundentes, da mesma forma que sou indecisa, sou decidida! Isso faz algum sentido pra você?

    Espero que tome a melhor decisão! Deus te abençoe, boa sorte aí ^^ Bjss

    Curtido por 4 pessoas

    Responder
  3. Bom te ver de volta Gil. Os desafios aparecem em nossa vida e nos tiram da zona de conforto… E nos fazem mudar de direção. Por mais difíceis que sejam pode acreditar que tudo melhora… Mais tarde você ira perceber isso. E lembre-se que tudo passa! Abs.

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  4. Oi Gill! Bem-vindo de volta! Sabe, aquelo desejo que você falou, sobre voltar a ser criança…para mim é o contrario. As vezes acordo e espero ter já oitenta anos para não dever mais tomar deciçioes importantes para o meu futuro 😉. Ciao e boa sorte, porque você merece que tudo vai dar certo!

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  5. Oi Gil, sempre temos decisões difíceis para tomar, sempre temos algo para esperar e as vezes nosso relógio não ajuda muito. Tenha fé e persistência, que na hora certa tudo toma seu rumo. Um abraço e melhoras. 🙂

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
    • Obrigado Isabel, estou naquele momento em que só estou na base da fé e da paciência mesmo, mas sei que tudo vai se resolver da melhor maneira possível!
      Tenha um lindo dia!!!
      Beijos!

      Curtir

      Responder
  6. Fazer o quê?!
    Também tenho uma vontade enoooorme de ser criança… Bons tempos! Bjs

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  7. Compartilho do sentimento e acho que o que me ajuda é pensar no presente.. Ficar me torturando com as ansiedades futuras só me atrapalha e causa mais tempo gasto com ‘preocupações’.

    Curtido por 3 pessoas

    Responder
  8. Nossa me sinto assim a exatos 10 meses ,,, onde anda a inspiração estão tantas coisas tantas informações que fico perdida tantas decisões impostas AFFFFF

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  9. Abá Morena

     /  14 de março de 2016

    São as nossas guerras diárias! Faz parte da vidade adulto as situações-problemas, porém nunca se deve deixar essa criança interior crescer, seja como for, vale a pena lutar. Beijo querido, até mais.

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  10. Nossa já somos 2, eu também gostaria de ser criança e não ter problemas, aff isso de ser adulto cansa hehe..Bjuss
    http://www.petitluxo.com

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  11. Gil, respira fundo e renove sua fé, precisamos de você firme e forte para alegrar os nossos dias com seus textos MARAVILHOSOS, pode parecer egoísmo meu, mas é só uma tentativa de te dar uma força mostrando o quanto você é importante para nós leitores do blog ❤ ''É como se houvesse uma fila de espera na nossa vida, em que os problemas pegam suas senhas e ficam aguardando, e toda vez que um se resolve, chega a vez do outro de ser atendido.'' #adorei essa parte.

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  12. A minha relação com “o tempo”, não me coloca na condição de lho aconselhar hehehe… também estou num momento bastante parecido e de “cabelo em pé” ( no meu caso isso é literal ). Que Mário Quintana sorria pra nós!

    “O tempo é só o ponto de vista dos relógios.”

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  13. Muito boa mesmo a analogia que você fez. Eu nunca tinha pensado por esse lado…

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  14. Oi, Gill, Tudo bem? Te indiquei para uma tag lá no blog, dá uma olhadinha! Beijão. ❤
    https://virandofashionista.wordpress.com/2016/03/14/tag-liebster-award/

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  15. Ana Leticia Accorsi

     /  15 de março de 2016

    Oi Gil…todod nós passamos por momentos assim… sempre bom pedir um colo pra Deus!! Gde abraço 🙂

    Curtido por 2 pessoas

    Responder
  16. “(…) Mas até que não me desviei tanto assim, porque decisões à serem tomadas são sempre um problema na minha vida. Quando não sou impulsivo e faço a primeira coisa que me vem a mente, passo décadas pensando a respeito pra no final fazer tudo errado. Então acho que no final dá tudo no mesmo.”
    Eu sou exatamente assim. haha
    Eu odeio ter que tomar decisões, mas parecem que elas me perseguem. Até parece que Deus as manda para mim para ver se eu aprendo a ser menos indecisa, mas nunca dá certo. Fazer o que…
    Espero que você consiga resolver os problemas. Abraço ❤

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  17. Que bom seria se a extensão de nossos problemas terminassem na ponta de nossos dedos, mas infelizmente nossas decisões influenciam para o bem ou para o mal outras pessoas. O mais sensato é encontrar um ponto de equilíbrio onde não se perca tanto, ou aquele em que ambos os lados saiam empatados. Esse desafio não é fácil. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  18. Bruno Bucis

     /  15 de março de 2016

    Espero realmente que as coisas melhorem para você, Gil. Ser criança resolveria realmente muitos, muitos problemas. Quem não gostaria? rs
    Abraços
    https://atoboga.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Orra se resolveria, dá uma vontade de testar e ver se a minha mãe ainda tem paciência pra resolver meus problemas! Mas não quis arriscar kkkkkkkkkkk
      Tenha um ótimo dia Bruno!
      Abraço!

      Curtir

      Responder
  19. Verdade mesmo, a gente era feliz e não sabia kkkkkkkkkkkkk.
    Mas mesmo com problemas e tudo sempre buscamos a felicidade !!! bjoss

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  20. Denise

     /  15 de março de 2016

    Força, Gil!!!! 😉

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  21. Bem vindo ao clube dos sem inspiração Gil, isso é fase! tenho me sentido um pouco assim aqui, problemas todo mundo tem. Já pensei em procurar um psicólogo, ou me entregar a justiça diante tanto ouvir como sou volúvel que até parece um crime kakakaka. Mas, uma amiga me disse que sou dramática, então descartei o psicólogo e já pensando em fazer teatro, mas confesso, me identifico mais com comédia. Quanto a ser presa, resolvi não me render e como esta lá na constituição, todo homem tem direito a defesa, me defendo: “não sou volúvel, sou versátil” kkkkk, gosto de novidade, tudo que vira rotina me cansa (risos), Dai levando a vida, no meio dessa loucura toda, a gente aprende que a vida não é feita de justificativas, é feita de opções. Voce escolhe se banca o louco, o certinho, o versátil, ou volúvel, o triste, o alegre, o que lhe convém. Porque o que a vida quer da gente é sabedoria pra saber a hora de esperar e coragem pra lutar, leve o tempo que levar. Lindo dia Gil! Boa sorte ai.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
    • Obrigado Fabi…
      Sabe, apesar de tudo acho que eu de versátil não tenho nada, sou daquele tipo de pessoa que gostaria de fechar os olhos e seguir como se estivesse com eles abertos, tipo, gosto que as coisas quando ficam boas, permaneçam assim, me acostumo fácil demais… Mas claro que quando necessário sou do time que joga pelas novidades!
      Tenha um lindo dia Fabi!!!
      Beijos!!!

      Curtir

      Responder
  22. Ótimo texto, pra refletir!!
    rcarqdesign.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  23. ser adulto cansa mesmo.. mas é um bom desafio onde podemos vivenciar coisas novas, arriscar ou não, tem hora que dá preguiça, mas é bom sair da zona d conforto.. como minha irma mais velha sempre me disse: crescer dói! É por isso q nao gostamos tanto de crescer!! hehehe
    beijo
    Cris

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  24. Gill,
    Muito bom acabar essa quinta-feira vindo te visitar. Bem vindo, sempre!!
    Beijo ternurento
    Clau Assi
    https://clauassipoesias.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  25. Dara Maciel

     /  18 de março de 2016

    Que postagem inteligente. Concordo e sei bem sobre tudo o que disse. É assim mesmo. O que eu posso dizer em resposta as situações contraditórias e todos os outros problemas que enfrentamos, é primeiramente, saiba o que você quer, ou, que rumo quer dar a uma situação. E muito foco. Também não esquentar tanto a cabeça, o stress da muito prejuízo para o corpo e mente. Problemas sempre vamos ter, mas cabe a nós que proporção dar a eles. Até mais, bom dia.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  26. Ótimo texto !

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  27. Fã n°1

     /  2 de junho de 2016

    Nada na vida é fácil, lembre-se que nenhuma dor dura para sempre.
    rezando para essa expiração voltar logo. #fãn°1

    Curtir

    Responder
  1. TAG: A primeira vez a gente nunca esquece – 7Seasons Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: